O soutien

Postado por Outlet Lingerie March 25th, 2013

Símbolo de contestação feminina, o soutien atual quase não lembra em nada o primeiro modelo produzindo para o mercado, que era feito com fios de arame e chamado de “Improver Bust” (algo como “melhorador de busto”, em livre tradução).

Nos mosaicos dos séculos III E IV mostram mulheres usando uma faixa de tecido sobre os seios chamado strophium, muito semelhante aos atuais soutiens sem alça. Já a partir do final do século XIX apareceram, principalmente nos Estados Unidos e na França, vários desenhos de sustentadores de seios.

Em 1893, Mary Tucek faz o primeiro desenho de soutien com modelagem semelhante à atual, com bojos separados, alças para os ombros, e preso na parte de trás por colchetes.

Mary Phelps Jacob, em 1914 conseguiu tornar famoso um modelo feito com lenços de seda amarrados por faixas e obtém a primeira patente do gênero, consagrando o nome brassière.

No ano de 1928, a imigrante russa Ida Rosenthal cria a numeração para o tamanho do busto, que determina o bojo do soutien.

Já no final dos anos 60, as feministas queimavam soutien em suas passeatas, numa metáfora para os pedidos de libertação da mulher.

Vilões do câncer de mama, o soutien nos anos 90, pesquisadores americanos afirmavam que o uso da peça reduzia a eliminação de toxinas dos seios, aumentando a chance de desenvolver a doença.

Nos anos 2000 tivemos muitas novidades, a modelagem fica mais sofisticada, surge o push-up que levanta e une os seios; os bojos ganham bolhas estrategicamente situadas para aumentar e modelar os seios; surgem também soutien que se adaptam a cada tipo de decote graças às alças removíveis.

Assim, atualmente, temos uma infinidade de modelos e materiais, que se adaptam a todas as mulheres visando o conforto e sustentação dos seios.

Compartilhe com seus amigos:
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • Blogplay
  • Twitter

Leave a Reply